7 de jan de 2013

Então ,eu li...''As vantagens de ser invisivel.''

Oi oi,gente!

Aqui é a Mari,com um novo tipo de post,que vai ser o ''Então eu li'' ,com livros que eu li(obvio),e com as resenhas dos tais,e minha humilde opnião,haha'.
Informações básicas:


Título-BR:As vantagens de ser invisivel.
Título-original:The parks of being a Wallflower
Autor:Stephen Chbosky
Lançado em:2007
Páginas:223
Editora:Rocco Jovens Leitores.
Li em:Um dia e meio(não sei se dá pra se considerar dois dias ,porque eu li de madrugada,hehe)



Beleza,vamos ao que interessa!
A principio,Charlie,um garoto de 15-16 anos,escreve cartas a um amigo,e nessas cartas ele relata sobre vários acontecimentos de seu dia a dia,e de como ele estava solitario,pois seu amigo(me esqueci o nome :S),se suicidou...Pois é,tadinho do Charlie!
O que eu achei interessante foi que o livro foi todo em cartas!Então nós apenas ficamos sabendo do que o amigo do Charlie fica sabendo.
Em um certo dia,ele conhece Sam e Patrick,seus novos melhores amigos!E nessa ele arranja vários outros amigos,e descobre-experimenta coisas(drogas,bebidas,festas) com eles.
Confissão:Achei o Charlie meio bobão,não no sentido idiota,ou algo assim,mas ele chora por umas coisas na a ver,sabe...Tipo(SPOILER),quando ele sonha com a Sam pelada em seu sofá,e isso me assustou um pouco,porque ele não pode fazer coisas erradas que já chora,mais fora isso eu amei o livro!
Quero muito assistir o filme,porque o lindo do Logan vai fazer o Charlie,e a Emma vai fazer a Sam *---*
O que eu não gostei muito também foi o final,porque eu quase balancei o livro pra baixo,para ver se não tinha mais nada,porque eu simplesmente não entendi o que houve com ele!Quem leu me explica? haha'
E outra coisa,se o personagem não entendeu algo,você também não irá entender,porque quem ''narra'' é o Charlie...


Algumas passagens interessantes:
"Então, esta é minha vida. E quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim."
"Talvez seja chato que agora isso sejam somente lembranças. E talvez não seja chato."
"A gente aceita o amor que acha que merece."- Bill
"Eu me sinto infinito."
"Ele é invisível. (...) Você vê as coisas. Você guarda silêncio sobre elas. E você compreende."- Patrick, sobre Charlie

É isso meus cupcakes!
Beijocakes
Mariih

Nenhum comentário:

Postar um comentário